Carpe Diem.
Me acostumei tanto a pensar em você, que quando não penso parece que esqueci alguma coisa em casa. Tem gente que me irrita fácil, tem gente que me faz bem fácil, e tem você que faz os dois. Desculpa se te liguei é que esqueci de fingir que não estou nem aí. Das coisas que gosto você é a que eu menos gosto de gostar.
faq ask twitter Refresh Insta

Eu lembro, lembro de tudo em mínimos detalhes. Lembro da primeira vez que nos falamos no telefone, eu estava tão sem jeito, com medo do que você acharia da minha voz e da minha risada escandalosa. Naquele dia, ao ouvir a primeira palavra que você me disse, senti minhas bochechas corarem, meus olhos brilharem e ouvi cada batida do meu coração. Aquela noite, mal consegui dormir por ficar me lembrando da sua voz. Ah, tua voz é linda, já te falei isso, não é mesmo? E teu choro, é torturante e consegue me fazer chorar também. Tua voz é encantadora, linda e me acalma. Lembro também do nosso primeiro “eu amo você”, tua voz falhou ao dizer isso. E Lembro principalmente das nossas promessas. Agora, onde está você, que disse que estaria sempre comigo? Você foi embora, mas esqueceu de levar também o amor imenso que sinto por ti. Ouvi falar milhares de vezes que alegria de pobre dura pouco e a minha mesmo sem mal ter começado, já acabou. Nossas promessas foram quebradas, meus sonhos destruídos e agora a única coisa que tenho é um simples coração partido.
Ravena Souza.  (via romanteios)
Te faço um café. Ou um cafuné. Se tu quiser.
Caio Fernando Abreu.   (via retaliador)
paranoid:

vintage blog 
dc